Quarto de bebé menina - pais à la carte

Aos 40 anos, Sara estava longe de imaginar que ainda viria a decorar um quarto de bebé. Ser Mãe não fazia parte do seu projeto de vida – não o fizera aos 30, muito menos faria agora aos 40.

Mas a vida encarrega-se de nos trocar as voltas. Encarrega-se de nos deixar bem claro que um plano não passa disso mesmo – de um plano – e que a magia acontece quando nos deixamos surpreender. Não raras vezes, quando nos deixamos apaixonar! E assim foi, quando Sara conheceu aquele que viria a pôr a sua vida de pernas para o ar, aquele que a levaria a questionar as suas certezas e que viria a ser o pai da sua querida Olívia.

Foi um desafio para Sara, tão habituada a ter a sua rotinada autonomia. Mas, aos poucos, deixou-se enfeitiçar por este novo mundo e empenhou-se em prepará-lo para a chegada da sua bebé. Nos primeiros meses de gravidez, Sara dedicou-se a idealizar cada pequeno recanto deste quarto encantado, mas só no último mês começou a decorá-lo. Um processo simples e gradual, que resultou num quarto sereno, harmonioso e funcional.

 

Com Sara Silva


Eu queria que a mobília fosse branca, com linhas simples, barata e prática. E queria que a decoração andasse pelos tons branco, rosa seco e dourado.

 

Pompons IKEA / Almofada Verbaudet / Pestanas Armazém 66

Cómoda e Trocador IKEA / Almofadas Vertbaudet / Tapete Letheshome

Como descreverias o quarto da Olívia em três palavras?
O quarto da Olívia é muito sereno, harmonioso e funcional.

Como foi o processo de planeamento e preparação deste espaço?
Foi um processo muito simples e gradual.  Comecei a idealizar e a sonhar com vários ambientes e imensas combinações, mas só começámos a decorar o quarto no último mês de gravidez, em que já não consegui continuar a trabalhar e tive de vir para casa.

Quais foram as maiores inspirações?
Contas do Instagram. Eu comecei a utilizar esta aplicação pouco antes de saber que estava de bebé e fiquei absolutamente fascinada com algumas contas. Depois direcionei a minha atenção para perfis de recém-mamãs com gostos com os quais me identificava.

E quais os perfis de Instagram que mais te inspiraram?
Foi sem dúvida o perfil da @hudson_and_harlow. Eu ficava fascinada com tudo o que a Alicia publicava. Tudo! Ainda agora é assim.

Quanto ao recanto das fadinhas, como surgiu a ideia?
Muitas das contas que eu sigo no Instagram são de mães australianas. Eu já tinha visto a portinha das fadas nalgumas contas e já a tinha visto à venda, mas depois de uma primeira fase em que gastei um dinheirão em “desalfandegamentos”, comecei a controlar-me e não a comprei (teria de vir da Austrália). Fiquei sempre com aquela vontade mas lá ia evitando cair em tentação! Até que me apareceu como sugestão uma conta duma loja inglesa que vendia os materiais das fadinhas – a @raggedyeve. A Inglaterra ainda é UE!!!!!!! Comprei logo! Depois acrescentei o banquinho, a caixa do correio, os bonequinhos… e fiz uma fábula!

O que mais pesou na escolha da mobília e de outros elementos decorativos chave? Eu queria que a mobília fosse branca, com linhas simples, barata e prática. E queria que a decoração andasse pelos tons branco, rosa seco e dourado. O bercinho era do primo da Olívia – o Francisco – e depois limitei-me a comprar outras peças que combinassem bem com o berço. E assim, aos poucos, fui comprando as peças que ia vendo e que combinavam perfeitamente com o que já tinha.

 

CómodaIKEA / “True Love” Mary Jane / Ilustração “Olívia” Pick-a-Boo

Recordas-te da primeira peça decorativa que compraste?
A primeira peça de mobília foi a cómoda. A maravilhosa cómoda do IKEA que é perfeita para arrumar as roupas da Olívia. De decoração penso que foi o dossel para colocar por cima do berço e um mobile com anjos brancos de feltro que mandei vir pela Amazon.

Consegues identificar pontos em comum entre o estilo decorativo adotado para o quarto e o estilo predominante da casa
O resto da casa tem estes traços simples e claros.

Qual é o recanto ou pormenor decorativo de que mais te orgulhas?
Tenho vários… adoro o cantinho das fadas; os pompons por cima da poltrona ou a decoração do berço.

Alguma compra ou decisão de que te tenhas arrependido?
Arrependido, não! Mas se calhar, em termos de roupa, exagerei um bocadinho – mas não consegui resistir. O mundo dos bebés é fascinante.

Alguma peça de mobiliário ou de decoração que tenho passado por outras gerações e que seja simbolicamente especial?
Para além dos bonequinhos junto à porta das fadas, que me foram oferecidos quando ainda era bebé, só mesmo o bercinho que era do Francisco, mas mesmo esse é muito recente. É especial porque o Francisco foi o primeiro bebé na nossa família em quase quarenta anos!

Quais as lojas de decoração infantil e puericultura preferidas?
Não consigo indicar. A mobília é quase toda IKEA. Gosto e aconselho. Quanto ao resto fui comprando quase tudo no pequeno comércio e online.

O quarto preparado para o nascimento da Olívia ainda dá resposta às necessidades atuais?
Completamente. Daqui a alguns meses vou precisar de comprar uma caminha individual, porque ela gosta de dormir à larga, mas para já está perfeito.

Considerando a experiência deste último ano, quais os essenciais que aconselharias a quem está a agora a preparar um quarto?
Eu penso que acertei no que comprei. Nada esteve a mais e tudo é muito utilizado: um berço, uma cómoda, um trocador e um cadeirão.

 


Obrigada Sara!